Gameficação utilização de Games na Educação e Empresas

O que é Gameficação

Gamification-GameStorming

Gameficação, em uma definição simples, significa utilizar o  game em situações que não sejam de entretenimento, ou seja, a utilização de games em um ambiente corporativo ou na escola.

  • Utilização de Games em Negócios
  • Utilização de Games em Educação
  • Utilização de Games em Educação Corporativa

O game tem um grande valor que é o de engajar as pessoas nos processos, ou seja, faz com que as pessoas participem mergulhando em todos os processos dentro de um planejamento.

Todo jogo tem um objetivo, um recompensa e um condição de derrota.

Em exemplo da utilização de games no mundo corporativo, as companhias aéreas que utilizavam (e até hoje utilizam) cartões de fidelização com recompensas para as pessoas que utilizam mais. Os mecanismos que essas empresas utilizavam não eram apenas de recompensas, mas também de diversão e desafios. Por exemplo, se você viajar para um determinado lugar seus pontos podem ser duplicados, aqui temos um desafio com uma recompensa.

Nos jogos temos os níveis de proficiência, ou seja, um ranking de jogadores. As companhias aéreas fazem a mesma coisa, ou seja, eles tem níveis de clientes, o Diamante, o Ouro, o Prata, e assim por diante, como se fossem seus pontos em game. E eles ganham prêmios por isso e até viagem gratuita depois que atingem um certo objetivo final.

Ainda falando sobre as companhias aéreas, os clientes ainda ganham incentivos, e depois de um certo ponto você acaba recebendo um tratamento diferente, especial, como se fosse uma forma de dizer que “Você é um cliente especial”. Tudo isso é parecido como o que existe nos games.

A utilização da Gameficação pode ser utilizada dentro de uma corporação entre os colaboradores e também com os próprios clientes da empresa.

 

O que é Design Thinking

Design Thinking é uma palavra em inglês, que em português significa Pensamento Design.

É o uso da metodologia de projetos de Design aplicado na administração de negócios, e isso pode ser utilizado por qualquer empresa ou pessoa.

Design Thinking é um modelo de negócios centrado no usuário.

Um exemplo: Quando um Design vai desenhar uma cadeira ele desenha pensando totalmente no usuário e não em números ou estatísticas.

O Design Thinking é diferente daquilo que conhecemos hoje como Design de Produtos, Design Thinking é o Design de coisas intangíveis, de experiências, de modelos de negócios, de formas de se comunicar, uma forma diferente de abordar e solucionar os problemas.

Para Ysmar Vianna gameficação é a implementação inovadora de soluções para empresas. Design Thinking é a base pela qual podemos construir soluções de gameficação para as empresas.

Veja mais sobre Design Thinking 

 

Exemplos de Gameficação

Como podemos Gameficar um aplicativo de planejamento estratégico

O que normalmente é pensado e as empresas solicitam: Uma vez que você já tem o Planejamento Estratégico, como você convence aquela organização enorme a fazer aquilo que foi pensado? Para isso você pode construir jogos que incentivem os comportamento do que você esta querendo fazer. Normalmente envolve comportamentos dentro dos departamentos, comportamento entre departamentos, e aí os jogos podem oferecer incentivos na forma de ganhar mais pontos, participação comparativas entre as pessoas, como elas estão andando no jogo. Os jogos podem ser também um grande instrumento para fazer com que as pessoas discutam. Como resultado de um processo de Gameficação, em um game voltado ao Planejamento Estratégico, temos a possibilidade de promover uma discussão dos temas, ou de como se implementar esse planejamento estratégico.

Você pode usar esse processo da mesma maneira em outra dentro de uma empresa.

 

Aplicação da Gameficação na área de CallCenter

Nessa área o objetivo principal do Jogo é incentivar e engajar o trabalho repetitivo.

CallCenter é um emprego normalmente para jovens, geralmente primeiro emprego, muito transitório, um emprego desmotivante, pois em um CallCenter receptivo por exemplo, você só ouve desgraça e tristezas das pessoas.

Transformar a área do operador em um grande jogo, onde nesse terminal os jogadores ganham pontos pelo desempenho do que fazer, e ganham pontos também pelo compartilhamento de informações.

Uma das coisas que deu muito certo, o cliente tem uma dúvida muito forte onde o operador não consegue responder sozinho. Normalmente o operador pede um instante e vai consultar o supervisor. O supervisor por outro lado tem muitas pessoas que tem que supervisionar e pode não atende-lo naquele momento, e enfileira as solicitações uma atrás da outra para poder atender. As vezes a pergunta que ele precisa saber, pois ele é um cara novo, o cara do lado sabe a resposta. Então foi construído um mecanismo em que algumas pessoas da célula são certificadas pelo supervisor para dar certas respostas. Então, quando o operador tem uma dúvida, em vez de ficar esperando o supervisor, ele posta nesse jogo a sua dúvida. Se uma das pessoas que tem condições de responder sabe a resposta, ele pode dar a reposta. O supervisor também pode ver esses pedidos de dúvida. Quem ajuda ganha pontos, quem pergunta ganha pontos.

O jogo faz com que as pessoas se motivem e a gente espera que com esse jogo as pessoas adiem sua saída da empresa porque acreditamos que ela não vão querer perder a oportunidade de poder passar para o nível acima.

Os exemplos acima foram retirados de uma entrevista concedida pelo Ysmar Vianna da MJV para a Rádio CBN.

 

Gameficação na Educação

 

Qual o Tipo de Profissional que atua no mercado De Gameficação

Normalmente quem vem da área de Software, Design e Marqueteiros.

 

Gameficação

Design Thinking