Algumas Características que os Bilionários tem em Comum

bilionarios

As Escolas de empreendedorismo ensinam que é possível ensinar uma pessoa a ser empreendedor.

Muitas são as pesquisas feitas para tentar traçar os perfil das pessoas que se tornaram Bilionário com seus inventos ou negócios. Um relatório divulgado pelo Centre for Policy Studies analisou a forma como empreendedores self-made conseguiram suas fortunas. Foram examinados mil homens e mulheres que se tornaram bilionários por conta própria, criatividade, autoconfiança, ambição e capacidade de lidar com o fracasso são apenas algumas das características que os self-mades têm em comum, veja abaixo mais algumas características:

Criatividade, autoconfiança, ambição e capacidade de lidar com o fracasso

Criatividade, autoconfiança, ambição e capacidade de lidar com o fracasso são apenas algumas das características que os self-mades têm em comum. No entanto, para ser um super empreendedor, é preciso de muito mais do que uma atitude destemida.

Apenas 16% dos bilionários norte-americanos não tem um diploma universitário. Na verdade, metade dos super empreendedores fez cursos de nível superior avançado, como mestrado, MBA ou doutorado. Além disso, eles estão cinco vezes mais propensos a realizar um PhD do que o resto da população.

Um espírito competitivo e a sede por riqueza também são características que precisam estar no topo. Segundo o relatório, os empreendedores bem sucedidos “tendem a ser competitivos e ter os pensamentos economicamente bem orientados”. Para 73% dos empresários entrevistados, os lucros econômicos foi um fator motivador, além de sinal de sucesso e reconhecimento.

Investir em vários Setores

A ideia de dividir para conquistar é seguida pelos self-mades. É mais provável que um empresário seja bem sucedido através da criação de várias empresas do que se dedicar apenas a um setor – nem mesma a fortuna de Bill Gates está concentrada em apenas um setor atualmente. Steve Jobs era outro exemplo: embora famoso pela Apple, a maior parte de sua fortuna derivava da Pixar.

A pesquisa mostra que as oportunidades de se tornar um bilionário estão em praticamente todos os setores, desde cuidados com a saúde até coleta de lixo. Mas, biotecnologia, finanças e varejo são os que rendem mais, já que retêm mais da metade de todos os investimentos de capital de risco dos Estados Unidos.

Onde estão a marioria dos Bilionário self-mades

Hong Kong conta com a maior parte de grandes empreendedores da pesquisa, com cerca de três por milhão de habitantes, seguido por Israel, com dois por milhão. Os Estados Unidos vem em terceiro lugar, seguida pela Suíça e Cingapura.

Como regra geral, os países com o maior número de bilionários identificados pela pesquisa parecem ter regimes fiscais mais competitivos, uma alta taxa de investimentos de capital de risco como parte da economia e menos pessoas independentes. A Grécia, Itália, Portugal e Espanha, por exemplo, têm uma taxa de auto emprego de 20% a 30% fora da agricultura, mas a sua taxa de empreendedorismo inovador é baixo. Em contraste, apenas cerca de 10% a 15% dos trabalhadores estão em os Estados Unidos, Canadá, Japão e Suíça por conta própria, mas o empreendedorismo inovador é alto.

A Europa Ocidental está ficando para trás na Ásia e os Estados Unidos, sendo que apenas 42% dos bilionários do Velho Continente são empresários self-made, o resto herdou sua riqueza. Por outro lado, 70% dos bilionários norte-americanos são conseguiram seu dinheiro por conta própria, enquanto na China, praticamente todos são self-made.