Booch, Rumbaugh, Jacobson e a UML Unified Modeling Language

booch rumbaugh jacobson

Booch – Grady Booch

O método de Grady Booch para desenvolvimento orientado a objetos está disponível em muitas versões. Booch definiu a noção de que um sistema é analisado a partir de um número de visões, onde cada visão é descrita por um número de modelos e diagramas.
O Método de Booch trazia uma simbologia complexa de ser desenhada a mão, continha também o processo pelo qual sistemas são analisados por macro e micro visões.

OMT – James Rumbaugh

Técnica de Modelagem de Objetos (Object Modelling Technique) é um método desenvolvido pela GE (General Electric) onde James Rumbaugh trabalhava.
O método é especialmente voltado para o teste dos modelos, baseado nas especificações da análise de requisitos do sistema.
O modelo total do sistema baseado no método OMT é composto pela junção dos modelos de objetos, funcional e use-cases.

OOSE/Objectory –  Ivar Jacobson

Os métodos OOSE e o Objectory foram desenvolvidos baseados no mesmo ponto de vista formado por Ivar Jacobson.

O método OOSE é a visão de Jacobson de um método orientado a objetos, já o Objectory é usado para a construção de sistemas tão diversos quanto eles forem.
Ambos os métodos são baseados na utilização de use-cases, que definem os requisitos iniciais do sistema, vistos por um ator externo.
O método Objectory também foi adaptado para a engenharia de negócios, onde é usado para modelar e melhorar os processos envolvidos no funcionamento de empresas.

Cada um destes métodos possui sua própria notação (seus próprios símbolos para representar modelos orientado a objetos), processos (que atividades são desenvolvidas em diferentes partes do desenvolvimento), e ferramentas (as ferramentas CASE que suportam cada uma destas notações e processos).

Diante desta diversidade de conceitos, \”os três amigos\”, Grady Booch, James Rumbaugh e Ivar Jacobson decidiram criar uma Linguagem de Modelagem Unificada. Eles disponibilizaram inúmeras versões preliminares da UML para a comunidade de desenvolvedores e a resposta incrementou muitas novas idéias que melhoraram ainda mais a linguagem.

Por: Marcelo Alexandre