mini Dicionário com os principais termos e comandos em lógica de programação em C

devcpp
devcpp

Pequeno dicionário com a explicação simples dos principais comandos em lógica de programação.

Tipos de Dados

  • Inteiro %d int – (Ex: 1, -1): Quando se quer armazenas informações numérica de números inteiros positivos ou negativos.
  • Real %f float – (Ex: 5.50, 1.57): Quando se quer armazenar informações numéricas que pertençam ao conjunto de números reais, porém nesse caso aceita números decimais.
  • Carácter %c char – (Ex: 1, 2, A, B, C): Quando se quer armazenas informações Alfanuméricas  porém com esse tipo não se pode realizar operações aritméticas  e sim apenas trabalhar  informações.
  • String %s str (Ex: 1, 2, 3, A, B, C): Em programação e em linguagens formais, uma cadeia de caracteres (também conhecida como samblagem ou string) é uma seqüência ordenada de caracteres (símbolos) escolhidos a partir de um conjunto pré-determinado. Em programação, cada símbolo armazenado na memória é representado por um valor numérico. Uma variável declarada com tipo de dado cadeia geralmente armazena um número pré-determinado de caracteres.
  • Lógico – Verdadeiro ou Falso: Do tipo lógico, aceita apenas dois valores, Verdadeiro ou Falso.

Variável

  • É um tipo abstrato de dado que é armazenado e pode ser alterado em algum instante no decorrer de um certo tempo durante o processamento de dados no computador.

Constante

  • É um tipo abstrato de dado que é armazenado, porém esse dado não pode ser alterado, ou seja, não sobre nenhuma variação no decorrer do tempo.

Identificadores

  • São os nomes que damos as variáveis.

Fluxograma

  • São formas de expressar a lógica por meio de simbolos.

Pseudocódigo

  • Uma forma de imitar a linguagem de programação através de uma linguagem natural.

Algoritmo

  • Um algoritmo é uma sequência finita de instruções bem definidas e não ambíguas, cada uma das quais pode ser executada mecanicamente num período de tempo finito e com uma quantidade de esforço finita.

Operadores

  • ! – Negação
  • ++ – Incremento (Ex: 1++ é igual a 1+1. OBS: x++ pega o valor de x depois incrementa. OBS: ++x Incrementa o valor de X)
  • – Decremento
  • && – Operador E ou AND
  • || – Operador OU ou OR
  • % – mod, ou seja, retorna o resto de uma divisão. (Ex: 4 % 2 == 0)
  • +, -, *, / – Operadores aritiméticos
  • > – Maior que
  • < – Menos que
  • >= – Maior ou igual a
  • <= – Menor ou igual a
  • == Igual a
  • = – Atribui um valor a

Estruturas de decisão

  • IF (ou SE) – Estrutura lógica de condição. Verifica se um condição é Verdade ou False e toma uma decisão. Se a condição for verdadeira executa um conjunto de instruções, se for falsa executa outro conjunto de instruções.
  • Else (Então) – Saída de uma condição IF
  • Elseif  (Senão SE) – Esturutra lógica de decisão dentro de outra estrutura lógica de decisão

Estruturas de decisão de múltipla escolha

  • Switch (significa escolha) – Avalia o valor da variável X e caso X seja igual ao valor 1 executa instrução 1,  se for igual ao valor 2 executa instrução 2,  se for igual ao valor 3 executa instrução 3, e assim sucessivamente.

Exemplo usando linguagem C procedural:

#include<stdio.h>
#include <stdlib.h>
main(){
int op;
printf("\tEscolha a opcao:\n");
printf("1: opcao 1\n");
printf("2: opcao 2\n");
printf("3: opcao 3\n");
scanf("%d",&op);
switch (op){
case 1: printf("opcao 1\n"); break;
case 2: printf("opcao 2\n"); break;
case 3: printf("opcao 3\n"); break;
default: printf("opcao incorreta\n"); break;
}
system("pause");
}

Os laços em linguagem de programação – Laços significam repetição.

  • while (laço enquanto) – Enquanto uma condição for verdade continua repetindo a instrução.

Exemplo:

#include<stdio.h>
#include <stdlib.h>
main(){
int op;
while(1){
printf("\tEscolha a opcao:\n");
printf("1: opcao 1\n");
printf("2: opcao 2\n");
printf("3: opcao 3\n");
scanf("%d",&op);
switch (op){
case 1: printf("opcao 1\n"); break;
case 2: printf("opcao 2\n"); break;
case 3: printf("opcao 3\n"); break;
default: printf("opcao incorreta\n"); break;
}
}
system("pause");
}

 

  • do while (laço repita) – Repita uma instrução até que uma condição definida no final do laço do seja verdade.

Exemplo:

#include<stdio.h>
#include<stdlib.h>
main(){
int i=0;
printf("Sequencia de numeros de 1 a 10\n\n");
do{
printf(" %d ",i);
i++;
} while(i<10);
printf("\n\n");
system("pause");
}

 

  • for (laço para) – Esse laço contem uma condição inicial, uma condição final e um passo.

Veja um exemplo de escrita para contagem de números de 1 a 10: 

#include<stdio.h>
#include<stdlib.h>
main(){
int i=0;
printf("Sequencia de numeros de 1 a 10\n\n");
for(i>0; i<=10; i++){
printf(" %d ",i);
}
printf("\n\n");
system("pause");
}

Observe que nesse exemplo acima nós temos uma condição inicial (i>0), uma condição final (i<=10) e um passo (i++).